Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • ALDOSTERONA (Dosagem na urina)

    Descrição:
    Sinonímia: Mineratocorticóide.

    Material: Urina de 24 horas - Alíquota de 10 mL.

    Colheita, conservação: Colher urina de 24 horas; manter refrigerada durante a colheita; se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Anotar uso de hipotensores, diuréticos e/ou dieta com conteúdo anormal de sódio.

    Método: Radioimunoensaio com extração prévia.

    Interferentes: -

    Valores normais: 4 a 20 pg/24h, quando em dieta normossódica (11 a 55 nmol/d).

    Interpretação: A aldosterona é um hormônio esteróide produzido pelas células da zona glomerulosa do córtex adrenal, sendo o principal mineralocorticóide. A principal indicação clínica da sua determinação é no diagnóstico do hiperaldosteronismo primário (Síndrome de Conn, adenoma de supra-renal) ou secundário. Altera-se de acordo com o conteúdo de sal da dieta, postura e uso de drogas, principalmente diuréticos.

    Exames relacionados: Renina, aldosterona sérica, potássio sérico.