Ciência e Saúde

16/Set/2021 09:00h
Ideias para o atendimento da saúde em 2030
14/Set/2021 23:00h
Brasil volta a ter média móvel acima de 500 mortes diárias por Covid após 6 dias
14/Set/2021 19:23h
Combinação de tipos diferentes de vacinas contra a Covid pode ser vantajosa e gerar mais resposta
14/Set/2021 17:58h
Brasil, Índia e África do Sul foram focos de surgimento de novas variantes do coronavírus até junho,...
14/Set/2021 16:55h
Dois objetos com mais de 10 mil anos são achados dentro do estômago de crocodilo nos EUA
Ver todas

Exames

  • 17-ALFA-HIDROXIPROGESTERONA

    Descrição:
    Sinonímia: Pregnanetriol é o metabolito urinário.

    Material: Soro, plasma EDTA ou plasma heparinizado. Volume mínimo: 2,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas. Em mulheres adultas anotar o dia do ciclo menstrual e/ou uso de glicocorticóides. De preferência colher na fase folicular, entre 6º. e 8º. dias do ciclo.

    Método: Radioimunoensaio.

    Interferentes: Lipemia.

    Valores normais:
    Sexo feminino:
    fase folicular: 10 a 130 ng/dL. (0,3 a 3,9 nmol/L).
    fase lútea: 100 a 480 ng/dL. (3,0 a 14,5 nmol/L).

    Sexo masculino: 30 a 200 mg/dL. (1,0 a 6,0 mol/L.

    Crianças Pré-Púberes: 5 a 100 mg/dL. (0,15 a 3,0 mol/L).

    Interpretação: A 17-alfa-hidroxiprogesterona é um esteróide secretado pela adrenal e gônadas. A principal indicação clinica para sua dosagem é no diagnóstico da deficiência da 21-hidroxitase, que é o defeito de síntese adrenal mais comum. Nesta entidade, níveis de 17-alfa-hidroxiprogesterona acima de 10.000 mg/dL são encontrados com freqüência. A resposta da 17-alfa ao ACTH pode ser útil no diagnóstico das formas tardias do defeito, que apresentam resposta exagerada. No seguimento destes pacientes a dosagem de androstenediona e testosterona apresentam maior utilidade, já que a 17-alfa-hidroxiprogesterona sofre oscilações rápidas com a terapia. No ciclo menstrual os níveis são baixos na fase folicular, aumentando na ovulação e na fase lútea.

    Exames relacionados: Testosterona, androstenediona, sulfato de dehidroepiandrosterona e cortisol, teste de estímulo com ACTH.