Ciência e Saúde

23/Set/2021 14:27h
Nos EUA, homem com doença rara recebe rim transplantado do próprio marido
23/Set/2021 09:01h
Oficinas de teatro e dança com idosos vão virar espetáculos
22/Set/2021 09:00h
Gente do campo: Johanna Döbereiner descobriu que plantas podem gerar seu próprio adubo interagindo ...
21/Set/2021 09:00h
Atendimento deve englobar pacientes com demência e seus cuidadores
19/Set/2021 19:35h
Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional
Ver todas

Exames

  • PROVA RÁPIDA PARA IDENTIFICAÇÃO DE ESTREPTOCOCOS BETA-HEMOLÍTICOS

    Descrição:
    Material: Secreção de orofaringe, Nasofaringe ou amígdalas.

    Colheita, conservação: 0 material é colhido com "swab" especial e colocado em tubo apropriado para transporte, devendo ser encaminhado imediatamente ao laboratório.

    Preparo do paciente: Evitar, se possível, o uso de antibióticos tópicos ou sistêmicos.

    Método: Conglutinação com partículas de látex sensibilizadas.

    Interferentes: Antibióticos.

    Valores normais: Negativa.

    Interpretação: 0 teste é útil no diagnóstico das amigdalite causadas por estreptococos beta-hemolíticos do grupo A (Streptococcus pyogenes), cuja presença pode ser constatada de forma mais rápida do que através da cultura.

    Exames relacionados: Cultura de orofaringe.