Ciência e Saúde

28/Fev/2020 15:56h
SP anuncia campanha de prevenção e combate ao coronavírus
28/Fev/2020 15:54h
Novos casos de coronavírus na China atingem menor número em um mês, apontam dados da OMS
28/Fev/2020 15:50h
Coronavírus: Hospital Regional de Uberaba tem leitos aptos para atender pacientes com suspeita da do...
28/Fev/2020 15:29h
Três familiares de homem com coronavírus têm suspeita de contaminação descartada em SP
28/Fev/2020 15:26h
OMS eleva risco da epidemia de coronavírus no mundo para 'muito alto'
Ver todas

Notícia

  • 15 práticas para combater a obesidade infantil

    Tirar o saleiro da mesa, mastigar sem pressa e não oferecer mais de um copo de suco para as crianças durante as refeições são algumas das dicas extraídas do Manual da Sociedade Brasileira de Pediatria. Confira as demais:

    Dicas práticas do Manual da Sociedade Brasileira de Pediatria:
    1. Proibir o consumo de alimentos com elevado conteúdo calórico pode limitar a adesão ao tratamento. A melhor maneira de controlar o consumo desses alimentos é determinar a porção a ser servida/ingerida, com orientação de especialista.
    2. Estabeleça e organize os horários das refeições e dos lanches. Recomendam-se cinco ou seis refeições diárias com um intervalo de três horas entre elas.
    3. Fazer as refeições sem pressa. Grande parte dos indivíduos obesos come rápido demais e mastiga insuficientemente os alimentos, o que pode interferir no mecanismo da saciedade e fazer com que a pessoa acabe comendo além de suas necessidades.
    4. Faça as refeições em local calmo, sem a interferência de televisão, videogame ou computador.
    5. Nas refeições, ofereça um copo de suco, no máximo. As bebidas gasosas carbonatadas ou fosfatadas, como refrigerantes, afetam os ossos e os dentes, além de causarem distensão gástrica, o que aumenta a capacidade de ingestão de alimentos.
    6. Sanduíches devem ser preparados com alimentos com baixo teor de gordura e sódio.
    7. Reduza a quantidade de alimentos gordurosos e de frituras.
    8. Incentive a criança e o adolescente a comer mais frutas, legumes e verduras.
    9. Substitua o leite integral e seus derivados pela versão semidesnatada.
    10. Para aumentar o consumo de fibras, ofereça frutas e legumes com casca. Também não coe os sucos naturais e prefira sempre alimentos integrais.
    11. Quando usar produtos semiprontos, asse-os sempre no forno em vez de fritar.
    12. Retire o saleiro da mesa.
    13. Não ofereça sobremesas lácteas logo após as refeições. Espere pelo menos uma hora, pois o cálcio contido nessas sobremesas interage com o ferro consumido na refeição, prejudicando a absorção de ambos.
    14. Ao preparar macarrão instantâneo, não use o tempero pronto que vem com o produto. Ele é rico em sódio. Prepare um molho caseiro.
    15. Incentive a criança e o adolescente a beber mais água.