Ciência e Saúde

28/Fev/2020 15:54h
Novos casos de coronavírus na China atingem menor número em um mês, apontam dados da OMS
28/Fev/2020 15:50h
Coronavírus: Hospital Regional de Uberaba tem leitos aptos para atender pacientes com suspeita da do...
28/Fev/2020 15:45h
SP anuncia campanha de prevenção e combate ao coronavírus
28/Fev/2020 15:29h
Três familiares de homem com coronavírus têm suspeita de contaminação descartada em SP
28/Fev/2020 15:26h
OMS eleva risco da epidemia de coronavírus no mundo para 'muito alto'
Ver todas

Notícia

  • Cientistas desenvolvem um novo teste para o câncer de próstata

    A Fundação do Câncer de Próstata e a Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, criaram um exame que promete trazer muito mais segurança nos testes que averiguam tumores na próstata. Atualmente, para investigar o crescimento anormal de células no órgão, os médicos recorrem ao exame de sangue, que detecta a presença da proteína PSA – em grandes quantidades, ela sinaliza que algo não vai bem por ali. O PSA, porém, tem taxas consideráveis de erros. A nova forma de examinar, feita por meio da urina, aponta marcadores específicos do câncer na região: são os genes PCA3, que está presente em 95% dos tumores de próstata, e a dupla TMPRSS2 e ERG, que também estão muito evidentes nesta doença. Os estudos realizados com o novo exame mostraram um índice de sucesso muito alto.

    O grande problema na detecção ao câncer de próstata, porém, ainda encontra uma barreira muito difícil de ser vencida: a resistência do homem em visitar o médico. Dados da Sociedade Brasileira de Urologia mostram que só 44% dos brasileiros já foram ao urologista.