Ciência e Saúde

23/Set/2021 14:27h
Nos EUA, homem com doença rara recebe rim transplantado do próprio marido
23/Set/2021 09:01h
Oficinas de teatro e dança com idosos vão virar espetáculos
22/Set/2021 09:00h
Gente do campo: Johanna Döbereiner descobriu que plantas podem gerar seu próprio adubo interagindo ...
21/Set/2021 09:00h
Atendimento deve englobar pacientes com demência e seus cuidadores
19/Set/2021 19:35h
Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional
Ver todas

Notícia

  • Cuide do sistema imunológico para estar bem sempre

    Seu escudo contra as doenças
    A melhor defesa contra vírus, fungos e bactérias é simplesmente a mudança de hábitos. Saiba o que fazer aqui.

    1. FAÇA GINÁSTICA
    “Estudos apontam que a atividade física moderada é responsável pela liberação de alguns hormônios capazes de estimular a imunidade”, conta o especialista Evandro Duprado, da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia. O ideal é se exercitar quatro vezes por semana, por no mínimo 30 minutos.

    2. COMA OSTRA E MARISCO
    Os frutos do mar estão lotados de um mineral que só faz bem, o zinco. Ele restaura o sistema imunológico e estimula o funcionamento do timo, órgão que, como você viu, desempenha papel importante em nossas defesas. “A deficiência desse nutriente está associada a dermatites, diarréia, infecções e dificuldade de cicatrização”, revela Patrícia Nunes, daUniversidade Estadual do Ceará.

    3. TOME MAIS IOGURTE E LEITE FERMENTADO
    Eles são ricos em probióticos, bactérias envolvidas na produção de gamainterferon, substância com ação antiviral, e imunoglobulinas, moléculas liberadas pelas células de defesa para combater invasores. “Também favorecem a absorção de nutrientes dos outros alimentos e isso, indiretamente, ajuda”, explica a nutricionista Joana do Amaral, especialista em imunologia na capital mineira.

    4. DEDIQUE MAIS TEMPO A VOCÊ
    Para aliviar as tensões faça o que você realmente gosta — ler, passear... “O estresse libera grandes quantidades de cortisol e adrenalina, hormônios que provocam um enfraquecimento brutal do sistema imunológico”, comenta Ricardo Monezzi, professor da disciplina Bases Fisiológicas do Comportamento, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.



    Fonte: Revista Saúde.