Ciência e Saúde

15/Jun/2021 23:01h
Brasil registra 2.760 mortes por Covid em 24 horas; média móvel de casos é a maior desde 1º de abril...
15/Jun/2021 20:17h
Terceira onda de Covid-19 deve acelerar mortes nas próximas semanas, alertam especialistas
15/Jun/2021 18:15h
EUA registram 600 mil mortes pela Covid-19, aponta universidade
15/Jun/2021 18:02h
'Bagunça' e desperdício: ex-chefe do PNI critica vacina para adolescente antes de adultos em Betim...
15/Jun/2021 17:57h
Brasil vai receber 842,4 mil doses da vacina contra a Covid da Pfizer por meio do consórcio Covax
Ver todas

Notícia

  • Manter uma dieta saudável aumenta a imunidade e reduz risco de doenças

    Manter uma dieta saudável aumenta a imunidade e reduz risco de doenças

    Alimentação saudável e equilibrada é o segredo para viver mais e melhor.
    Médicos explicam quais alimentos são bons para o sistema imunológico.

    Mudar a alimentação é importante para a saúde, em qualquer idade e momento da vida. Ter um estilo de vida saudável e uma dieta equilibrada é fundamental para aumentar a imunidade do corpo e consequentemente reduzir o risco de diversas doenças, inclusive o câncer.
    Por isso, ingerir frutas, verduras, legumes, proteínas, vitaminas e minerais é um hábito essencial para quem quer ter mais qualidade de vida, como alertaram a clínica geral Dulce Brito e o nutrólogo e cardiologista Daniel Magnoni.

    Mesmo quem tem fatores genéticos que aumentem as chances de determinadas doenças podem também se beneficiar da mudança dos hábitos alimentares – o paciente pode até desenvolver o problema, mas terá mais bem-estar e menos complicações. Para melhorar o sistema imunológico, o cardiologista Daniel Magnoni explica que proteínas, vitaminas e minerais são os grupos que mais ajudam na produção de células de defesa.

    Além disso, comer de 3 a 5 porções diárias de legumes, verduras e frutas também faz bem e reduz o risco de câncer, principalmente de boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, pulmão, pâncreas e próstata nos homens.
    Há ainda a vitamina C, extremamente poderosa na alimentação já que é um antioxidante natural e rica em fibras e licopeno, substâncias que protegem a saúde. Entre os alimentos com essa vitamina, os campeões são a acerola e o caju, como mostra o ranking abaixo.

    De acordo com o cardiologista Daniel Magnoni, pessoas que fazem regime e idosos podem ter a imunidade afetada porque têm deficiência de vários nutrientes, como a proteína. Além disso, é importante lembrar que a imunidade pode diminuir por causa de vários outros motivos.

    Por exemplo, no caso de câncer, a quimioterapia pode destruir células boas e ruins, o que prejudica a resistência.
    Além disso, quando a mulher fica grávida, o corpo não pode considerar o bebê um corpo estranho e, por isso, os sistemas de alerta ficam inativados, diminuindo a proteção.
    Depois que o filho nasce, a amamentação é quem protege a mãe contra o câncer de mama e até contra a diabetes, por exemplo. Além de fazer bem para a mãe, amamentar também faz bem para o bebê, que tem 40% menos chances de ser diabético no futuro, como explicou a clínica geral Dulce Brito.
    Há ainda o motivo mais comum que prejudica o sistema imunológico, que são as gripes e resfriados. De acordo com a clínica geral Dulce Brito, quando há um processo infeccioso, ocorre uma espécie de batalha dentro do organismo e as células de defesa tentam expulsar o “invasor”.
    Por isso, há menos proteção para os outros problemas que podem aparecer. Nesse caso, é ainda mais importante beber muita água, comer bem e aumentar a ingestão de energéticos e proteínas.


    Fonte: Bem Estar - Globo.com