Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • PROLACTINA

    Descrição:
    Sinonímia: P R L.

    Material: Soro. Volume mínimo: 0,5 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum não obrigatório. Quando possível, colher com o paciente em repouso. Como é um hormônio que sofre oscilações em seus níveis durante as 24 horas, pode ser colhido em diferentes amostras a intervalos regulares, formando um "pool" para a dosagem.

    Método: Ensaio imunofluorimétrico ultra-sensível.

    Interferentes: Lipemia.

    Valores normais:
    Sexo feminino: não grávidas: 2 a 15 pg/L.
    Sexo masculino: 2 a 10 pg/L.

    Interpretação: A prolactina é um hormônio polipeptídeo produzido na hipófise anterior. Sua dosagem está indicada no diagnóstico de tumores hipofisários (prolactinomas), na síndrome de galactorréia e/ou amenorrdia, impotência, esterilidade e na avaliação da reserva hipofisária de prolactina. Nas hiperprolactinemias tumorais os valores geralmente são superiores a 100 pg/L.

    Exames relacionados: Teste de estimulo com TRH, LH, FSH, testosterona.