Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • HORMÔNIO TIROESTIMULANTE

    Descrição:
    Sinonímia: TSH.

    Material: Soro ou plasma EDTA, Volume mínimo: 1,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas.

    Método: Ensaio imunofluorimétrico ultra-sensível!.

    Interferentes: -

    Valores normais: 0,3 a 4,0 pUI/mL. Em recém-nascidos até 10 pUt/mL (mU/L).

    Interpretação: O TSH é um hormônio glicoproteico secretado pela hipófise anterior e que estimula a tiróide a liberar T3 e T4, sendo controlado pelos níveis séricos destes últimos e pelo TRH hipotatâmico. É muito útil no diagnóstico do hipotiroidismo primário, sendo o primeiro hormônio a se alterar nessa condição. Com o emprego dos ensaios ultra-sensíveis, que no nosso caso chega a nível de sensibilidade de 0,03 pUI/mL, a dosagem de TSH teve sua utilidade ampliada, sendo um excelente exame para definição de hipertiroidismo (TSH indetectável), substituindo, na maioria das circunstâncias, o teste com TRH. É conveniente notar que, com esta nova metodologia, são obtidos valores numericamente inferiores (de 30 a 80%) AIOS obtidos com O RIE ] clássico.

    Exames relacionados: T3, T4, T4 Livre, teste com TRH para TSH.