Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • COLESTEROL (Dosagem no soro)

    Descrição:
    Sinonímia: Colesterolemia.

    Material: Sora Volume mfnimo: 3,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, refrigerar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas. Jejum de 12 horas se houver também determinação de LDL colesterol

    Método: Enzimático, automatizado.

    Interferentes: -

    Valores normais: Adultos("): Desejável: inferior a 200 mg/dL (Inferior a 5,1 mmol/L)

    Limftrofe: 200 - 239 mg/dL (5,1 - 6,1 mol/L)

    Elevado: acima de 240 mg/dL (acima de 6,2 mol/L)

    (")Seg. "National Cholesterol Education Program - National Heart, Lung, and Blood Institute- U.S.A." Arch Intern Med, 1988.

    Interpretação: Exame útil na avaliação de risco de aterosclerose. É aumentado na hipercolesterolemia primária, e também em síndrome nefrótica, hipotiroidismo, diabetes mellitus, cirrose biliar primária, hipoalbuminemia. Níveis baixos podem ser vistos na desnutrição, hipertiroidismo. O uso mais freqüente é na avaliação de risco de doença coronariana; habitualmente níveis elevados se associam com maior risco de aterosclerose.

    Exames relacionados: LDL-colesterol, HDL-colesterol, VLDL-colesterol, triglicérides, lipidograma.