Ciência e Saúde

23/Set/2021 14:27h
Nos EUA, homem com doença rara recebe rim transplantado do próprio marido
23/Set/2021 09:01h
Oficinas de teatro e dança com idosos vão virar espetáculos
22/Set/2021 09:00h
Gente do campo: Johanna Döbereiner descobriu que plantas podem gerar seu próprio adubo interagindo ...
21/Set/2021 09:00h
Atendimento deve englobar pacientes com demência e seus cuidadores
19/Set/2021 19:35h
Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional
Ver todas

Exames

  • REAÇÃO INTRADÉRMICA DE SCHICK

    Descrição:
    Material: Toxina diftérica e toxina inativada.

    Procedimento: Injeção intradérmica de 0,1 mL de toxina dittérica num antebraço e 0.1 mL de toxina inativada no outro. Leitura após 48 horas e ocasionalmente nova leitura no 5º. dia.

    Método: tntradermo-reacão

    Valores normais: Vide interpretação.

    lnterpretação: A resposta ao teste permite 4 interpretações:

    1. Indivíduo suscetível e não alérgico. reação positiva em 48 horas com a toxina diftérica, e ausência de reação no controle.
    2. Indivíduo imune e não alérgico: ausência de reação nos 2 antebraços.
    3. indivíduo imune e alérgico: reação eritematosa nos dois antebraços, com duração de 24-48 horas, mas que desaparece completamente até o 5'. dia.
    4. Reação combinada: indivíduo suscetível e alérgico: reação eritematosa após 48 horas que permanece até o 5. dia com a toxina diftérica. No antebraço o controle há reação eritematosa em 48 horas, que desaparece até o 5. dia.

    O teste é útil na avaliação da imunidade humorai específica contra o bacilo diftérico; é útil também na investigação de deficiências imunológicas.

    Exames relacionados: Imunoglobulinas.