Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • pH VAGINAL

    Descrição:
    Sinonímia: Pesquisa de acidez vaginal.

    Material: Secreção vaginal.

    Colheita, conservação: A secreção vaginal é colhida com o auxílio de alça de platina ou pipeta, e colocada imediatamente sobre a fita indicadora de pH, que deve cobrir uma faixa de pH entre 3,0 e 8,0.

    Preparo do paciente: A paciente não deve estar fazendo uso de medicações tópicas.

    Método: Colorimétrico.

    Interferentes: Uso de medicação tópica.

    Valores normais: De 3,5 a 4,5.

    Interpretação: A determinação do pH vaginal é útil no auxílio diagnóstico das infecções vaginais por germes que alteram o pH normal, como por exemplo as infecções por Gardnerella vaginalis, que cursam Com pH vaginal superior a 4,5.

    Exames relacionados: Cultura de secreção vaginal, antibiograma, Gram. de secreção vaginal, pesquisa de "clue cells", cultura para Gardnerella.