Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • CERULOPLASMINA (Determinação no soro)

    Descrição:
    Sinonímia: Cobre-oxidase, ferro-oxidase.

    Material: Soro. Volume mínimo: 0,5 mL.

    Colheita, conservação: Colher sangue, sem anticoagulante; se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostre.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas.

    Método: Colorimétrico, de Houchin.

    Interferentes: Aumenta com ingestão excessiva de cobre e com o uso de estrógenos, andrógenos, anticoncepcionais, fenitoina. Azia sódica bloqueia sua atividade, que também é reduzida por cianetos e altas concentrações de uréia e ácido úrico.

    Interpretação: Exame útil no diagnóstico da doença de Wilson e na avaliação de algumas neoplasias. Comporta-se como proteína de fase aguda. Aumenta em tumores, inflamações agudas e crônicas (AR, LES, necrose tubular, infarto do miocárdio, por exemplo), cirurgias, hepatite, doença de Hodgkin. Está diminuída na doença de Wilson (inferior a 2 mg/dL em 95% das formas homozigóticas e em aproximadamente 1096 das heterozigóticas). Pode também estar diminuída em gastroenteropatias com perda protéica, síndrome nefr6tica e hepatopatias graves.

    Exames relacionados: Cobre sérico.