Ciência e Saúde

03/Jul/2022 10:00h
Por que somos mais sujeitos a tonturas ao envelhecer
30/Jun/2022 09:01h
Por que a desigualdade é um fator de risco para o Alzheimer
28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
Ver todas

Exames

  • CULTURA DE FEZES

    Descrição:
    Sinonímia: Coprocultura.

    Material: Fezes. Quantidade mínima: 5 g ou "swab" anal, na impossibilidade da coleta de fezes.

    Colheita, conservação: Colher a amostra em recipiente próprio com o meio de transporte (Cary-Olair ou similar) e enviar ao laboratório até 12 horas após a colheita. Se colhido sem conservador, até 3 horas no máximo.

    Preparo do paciente: Suspender Antibioticoterapia, se possível, por 3 dias.

    Método: Cultura em meios seletivos (Mc Conckey, SS e verde brilhante) e enriquecedores (tetrationato). Isolamento em meio IAL e série bioquímica. Soroaglutinação e imunofluorescência direta e indireta.

    Interferentes: Antibióticos.

    Valores normais: Negativo para bactérias eiteropatogênicas.

    Interpretação: A tinaiidade da cultura de fezes é identificar germes patogênicos causadores de quadros dc diarréia aguda ou crônica. São considerados germes enteropatogênicos mais freqüentes: E.coli invasora, E.coli enteropatogênica, enterotoxigênica e enterohemorrágica, Salmonella. Shigella, Campylobacter, Yersínia e Aeromonas. No Laboratório Maurilio de Almeida a cultura de fezes inclui culturas para Campylobacter, Yersinia e Aeromonas.

    Exames relacionados: Protoparasitológico, pesquisa de rotavírus, hemocuttura em casos de salmonelose, exame direto para leucócitos nas fezes, reação de Widal.