Ciência e Saúde

28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
23/Jun/2022 17:00h
Kemune: a cidade de 3,4 mil anos que reapareceu no Iraque devido à seca
23/Jun/2022 09:01h
Vem aí a nutrição de precisão
Ver todas

Exames

  • CÁLCIO (Dosagem na urina)

    Descrição:
    Sinonímia: Calciúria.

    Material: Urina de 24 horas. Volume mínimo: 10 mL.

    Colheita, conservação: Urina colhida com conservador ácido, (HCI a 5096, 20 mL por litro de urina). Refrigerar durante a colheita. Congelar a amostra se o exame não for realizado no mesmo dia.

    Preparo do paciente: Na rotina o paciente segue sua dieta normal. A critério do médico assistente o paciente pode ser orientado para ingerir dieta pobre em cálcio.

    Método: Espectrofotometria de absorção atômica.

    Interferentes: A calciúria pode aumentar, por efeito in vivo, com o uso de acetazolamida, cloreto de amônio, corticosteróides, vitamina D, diuréticos (efeito inicial), etc. Diminui com o uso crônico de diuréticos, bicarbonato, estrógenos, lítio, anovulatórios.

    Valores normais: Adultos: 55 - 220 mg/dia (1,4 a 5,5 mol/d). Crianças até 12 anos: até 4 mg/kg de peso corporal/dia (O,l mol/kg de peso corporal/dia).

    Interpretação: A determinação é útil sobretudo na avaliação do paciente com cálculo renal e eventualmente no seguimento de portadores de hiperparatiroidismo, lesões ósseas metastáticas, mieloma, intoxicação por vitamina D, acidose tubular renal, tirotoxicose, doença de Piaget, sarcoidose. Hipercalciuria, sem calculose, pode ser causa de hematúria.

    Exames relacionados: Cálcio e fósforo séricos, fosfatase alcalina, uricosúria de 24 horas.