Ciência e Saúde

28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
23/Jun/2022 17:00h
Kemune: a cidade de 3,4 mil anos que reapareceu no Iraque devido à seca
23/Jun/2022 09:01h
Vem aí a nutrição de precisão
Ver todas

Exames

  • RAST

    Descrição:
    Material: Soro. Volume mínimo 1,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas

    Método: Imunoenzimático.

    Valores normais: Os resultados são classificados de O a 4 (ou em PRU/mL = Phadebas RAST units/mL) o que significa um aumento progressivo na concentração de anticorpos IgE específicos.

    Interpretação: O teste é útil na avaliação dos estados alérgico ou atópicos, e consiste na pesquisa de sensibilização a alergenos específicos. O teste pode ser feito contra painéis de alergenos mais comuns, ou contra antígenos específicos isolados. Os painéis que utilizamos são os seguintes: - animais: gato, cavalo, vaca, cão. - alimentos (1): peixe, camarão, mexilhão, salmão. - alimentos (2): trigo, aveia, milho, gergelim, trigo negro. - alimentos (3): clara de ovo, leite, trigo, amendoim, soja. - gramineas: Cynoríon dactilon (grama rasteira), Lolium perenne (azevem), Phieum pratense (capim rabo de gato), Poa pratensis (capim de junho), Sorghum halepense (capim Johnson). - poeira; pó caseiro, D. preronyssinus, D. farinae. – fungos: Penicillium notatum, Clodosporium herbarum, Aspergillus fumigatus, Alternaria alternata.

    Exames relacionados: Anticorpos específicos contra alergenos inalantes.