Ciência e Saúde

23/Set/2021 14:27h
Nos EUA, homem com doença rara recebe rim transplantado do próprio marido
23/Set/2021 09:01h
Oficinas de teatro e dança com idosos vão virar espetáculos
22/Set/2021 09:00h
Gente do campo: Johanna Döbereiner descobriu que plantas podem gerar seu próprio adubo interagindo ...
21/Set/2021 09:00h
Atendimento deve englobar pacientes com demência e seus cuidadores
19/Set/2021 19:35h
Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional
Ver todas

Exames

  • PROTEÍNA C-REATIVA

    Descrição:
    Sinonímia: PCR.

    Material: Soro. Volume mínimo: 0,5 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum não obrigatório.

    Método: Imunodifusão radial.

    Valores normais: Indetectável pelo método utilizado (inferior a 0,4 mg/dL).

    Interpretação: A proteína C-reativa é uma das proteínas de fase aguda usada como indicador de processos infecciosos ou inflamatórios. Sua concentração plasmática aumenta em doenças do colageno, neoplasias, pós-operatórios, infarto do miocárdio e doenças infecciosas agudas e crônicas. É útil também no seguimento terapêutico das doenças reumáticas em geral, sobretudo na febre reumática, onde seu reaparecimento pode sugerir reagudização do processo, e nas vasculites sistêmicas onde pode servir de parâmetro para acompanhamento do tratamento

    Exames relacionados: ASLO, VHS, mucoproteína, alfa-1-glicoproteína ácida, haptoglobina.