Ciência e Saúde

16/Set/2021 09:00h
Ideias para o atendimento da saúde em 2030
14/Set/2021 23:00h
Brasil volta a ter média móvel acima de 500 mortes diárias por Covid após 6 dias
14/Set/2021 19:23h
Combinação de tipos diferentes de vacinas contra a Covid pode ser vantajosa e gerar mais resposta
14/Set/2021 17:58h
Brasil, Índia e África do Sul foram focos de surgimento de novas variantes do coronavírus até junho,...
14/Set/2021 16:55h
Dois objetos com mais de 10 mil anos são achados dentro do estômago de crocodilo nos EUA
Ver todas

Exames

  • BRUCELOSE

    Descrição:
    Sinonímia: Sorologia para brucela.

    Material: Soro. Volume mínimo: 1,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum não obrigatório.

    Método: Reação de aglutinação: prova rápida em lâmina.

    Reação de aglutinação: prova lenta em tubo.

    Imunofluorescência indireta: IgG e IgM.

    Hemaglutinação passiva.

    Interferentes: -

    Valores normais: Ausência de anticorpos.

    Interpretação: nas primeiras semanas de infecção o teste de imunofluorescência para anticorpos da classe IgM é positivo. Na fase aguda são considerados corno confirmatórios da doença, pela reação de aglutinação, títulos iguais ou maiores que 1/100. Os títulos podem persistir elevados (1/50, 1/80) por meses ou anos, sem que isto traduza uma infecção crônica. Títulos abaixo de 1/100 podem ser encontrados em pacientes previamente vacinados contra febre tifóide ou que tenham sido submetidos a teste intradérmico com antígeno de brucelose para fins diagnósticos.

    Exames relacionados: Hemocultura.