Ciência e Saúde

25/Jun/2021 11:25h
Nova espécie de ancestral humano é descoberta em Israel
24/Jun/2021 23:01h
Brasil se aproxima de 510 mil mortes por Covid, com 2.042 registradas nas últimas 24 horas
24/Jun/2021 21:13h
Especialista diz à CPI que 'falsa sensação de segurança' com drogas ineficazes é 'mais grave' que ef...
24/Jun/2021 11:28h
Óvnis: o que se sabe sobre relatório inédito do Pentágono
24/Jun/2021 09:00h
Programa de universidade oferece assistência para idosos que sofreram quedas acidentais
Ver todas

Exames

  • ADENOVÍRUS

    Descrição:
    Sinonímia: Anticorpos anti-adenovírus.

    Material: Soro. Volume mínimo: 1,0 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 8 horas. Colher uma amostra na fase aguda e outra 2 a 3 semanas após.

    Método: Microtécnica de fixação do complemento.

    Interferentes: Hemólise acentuada.

    Valores normais: Ausência de anticorpos ou reações com títulos inferiores a 1/16.

    Interpretação: Teste útil na investigação diagnóstica de infecções por adenovírus: doenças respiratórias, cistites hemorrágicas e cerato conjuntivites. As amostras de soro, com intervalo de 2 a 3 semanas, devem ser testadas simultaneamente. Uma diferença de pelo menos dois títulos entre as duas amostras indica presença de infecção pelo vírus.

    Exames relacionados: Isolamento de vírus.