Ciência e Saúde

28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
23/Jun/2022 17:00h
Kemune: a cidade de 3,4 mil anos que reapareceu no Iraque devido à seca
23/Jun/2022 09:01h
Vem aí a nutrição de precisão
Ver todas

Exames

  • RESISTÊNCIA GLOBULAR

    Descrição:
    Sinonímia: Prova de fragilidade osmótica, resistência osmótica das hemácias, curva de hemólise.

    Material: Sangue com heparina (Heparina - 0,04 mL para 2,0 mL de sangue). Volume mínimo: 2,0 mL. Sangue com EDTA. Volume mínimo: 3,0 mL (para série vermelha).

    Colheita, conservação: Enviar o material togo após a colheita ao Setor de Hematologia.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas.

    Método: -

    Interferentes: -

    Valores normais: inicio de hemólise: NaCI 0,45% - Hemólise completa: NaCI 0,35%

    Interpretação: A prova de resistência globular avalia a habilidade dos glóbulos vermelhos em incorporar água em seu interior sem que ocorra lise da célula. Esta resistência está na dependência da relação entre superfície volume do glóbulo. Os esferoidocitos e esferócitos apresentam resistência osmótica diminuída, como nas esferocitoses hereditárias e esferocitoses associadas a anemias hemoliticas auto-imunes; os micrócitos hipocrômicos e as "target cells", por outro lado, apresentam resistência globular aumentada, como ocorre nas anemias ferroprivas e talassemia, por exemplo.

    Exames relacionados: Hemograma eletroforeses de Hb.