Ciência e Saúde

23/Set/2021 14:27h
Nos EUA, homem com doença rara recebe rim transplantado do próprio marido
23/Set/2021 09:01h
Oficinas de teatro e dança com idosos vão virar espetáculos
22/Set/2021 09:00h
Gente do campo: Johanna Döbereiner descobriu que plantas podem gerar seu próprio adubo interagindo ...
21/Set/2021 09:00h
Atendimento deve englobar pacientes com demência e seus cuidadores
19/Set/2021 19:35h
Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional
Ver todas

Exames

  • CITOLÓGICO NASAL

    Descrição:
    Sinonímia: Citograma nasal, pesquisa de eosinófilos em secreção nasal, contagem diferencial, contagem de eosinófilos.

    Material: Esfregaços de mucosa nasal.

    Colheita, conservação: O material para confecção dos esfregaços deve ser obtido da mucosa do sento nasal! ou do corneto médio, na altura do osso nasal.

    Preparo do paciente: Não utilizar medicação tópica nas 24 horas que antecedem a colheita.

    Método: Estudo citológico após coloração.

    Interferentes: Medicação tópica.

    Valores normais: Células caliciformes: até 20%. Restante: células cilíndricas e cilíndrico-ciliadas. As células inflamatórias são escassas, representadas por raros linfócitos, raros neutrófilos e raros mastócitos.

    Interpretação: Em processo de obstrução nasal crônica de qualquer etiologia o número de células caliciformes é superior a 20%. Nos processos com aumento da cavidade nasal (rinite atrófica) o número de células caliciformes diminui, e ocorre metaplasia do epit6fio com aparecimento de células epiteliais planas. Nos processos alérgicos ocorre aumento de eosinófilos e/ou mastócitos. Em processos bacterianos Ou Virais encontramos neutrófilos em grande quantidade.

    Exames relacionados: IgE sérica, Phadiatop, RAST.