Ciência e Saúde

28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
23/Jun/2022 17:00h
Kemune: a cidade de 3,4 mil anos que reapareceu no Iraque devido à seca
23/Jun/2022 09:01h
Vem aí a nutrição de precisão
Ver todas

Exames

  • CARIÓTIPO

    Descrição:
    Sinonímia: Cariograma, cariotipagem, estudo cromoss6mico, pesquisa de cromossomo Philadelphia.

    Material: Sangue com heparina. Volume mínimo: 5 mL. Para patologias hematológicas colhe-se medula óssea. Volume mínimo: 0,2 mL

    Colheita, conservação: O material é enviado imediatamente ao setor de genética.

    Preparo do paciente: Jejum de 4 horas.

    Método: Técnica de Moorheed modificada: cultura de linfócitos estimulados pela fito-hemaglutinina e bloqueados em metáfase, e estudo citogenético.

    Interferentes: -

    Valores normais: 46 XX ou 46 XY

    Interpretação: A análise do cariótipo destina-se à identificação dos cromossomos com o objetivo de se detectar aberrações numéricas e/ou estruturais, levando-se em conta o número, a forma e o tamanho dos cromossomos. Avaliação de anomalia congênita, retardo mental, retardo de crescimento, genitália anormal ou ambígua, doenças mieloproliferativas, abortamento freqüente, síndrome de Turner, de Klinefelter, de Down, e outras, constituem indicações para o exame. Na leucemia mieióide cr6nics do adulto o cromossomo Philadelphh (Phl) está presente em aproximadamente 90% dos casos e está associado com um melhor prognóstico.

    Exames relacionados: Cariótipo com banda G, eromatina de Barr, cromossomo Philadelphia.