Ciência e Saúde

28/Jun/2022 09:00h
A vida depois de uma doença grave
26/Jun/2022 09:01h
O mito do abismo entre as gerações
24/Jun/2022 04:00h
Harvard responderá processo sobre fotos de escravos feitas para pesquisa racista em 1850
23/Jun/2022 17:00h
Kemune: a cidade de 3,4 mil anos que reapareceu no Iraque devido à seca
23/Jun/2022 09:01h
Vem aí a nutrição de precisão
Ver todas

Exames

  • TESTE DE ESTIMULO COM ACTH PARA DOSAGEM DE CORTISOL

    Descrição:
    Sinonímia: Teste de estímulo com cortrosina, teste de estímulo da adrenal.

    Material: Soro, plasma EDTA ou plasma heparinizado. Volume mínimo: 0,5 mL.

    Colheita, conservação: Se o exame não for realizado no mesmo dia, congelar a amostra.

    Preparo do paciente: Jejum de 8 horas. Colheita entre 7 e 9 horas da manhã. Colher antes, 60 e 120 minutos após a administração de Cortrosina simples (250 g ou EV), para dosagem de cortisol e eventualmente de 17 alfa-hidroxiprogesterona.

    Método: Radioimunoensaio.

    Interferentes: Lipemia pode interferir.

    Valores normais: Considera-se uma resposta normal quando ocorre aumento mínimo de 5096 em relação ao valor basal.

    Interpretação: É o principal teste diagnóstico da insuficiência adrenal (síndrome de Adison). Nesta, a resposta ao teste está diminuída ou ausente. Indivíduos com atrofia adrenal pelo uso crônico de corticosteróides ou por lesão hipofisária de longa duração podem também não responder ao teste.

    Exames relacionados: Cortisol, sulfato de dehidroepiandrosterona, 17-alfa-hidroxiprogesterona.